Cejusc e Semec projetam oficinas jurídicas de conciliações de paz nas escolas de Brumado

Acompanhado da equipe do Centro Judiciário de Soluções Consensuais de Conflitos (Cejusc), o juiz Rodrigo Britto, esteve presente a na solenidade de abertura da jornada pedagógica da rede municipal de ensino de Brumado, onde apresentou um projeto em parceria com a secretaria municipal de educação (Semec) que visa a implantação de oficinas de mediações e conciliações de conflitos nas escolas.

A proposta objetiva atender os muitos conflitos que surgem nas unidades de ensino envolvendo bullying, atrito entre alunos e desentendimentos entre alunos e professores. Em sua explanação, o juiz ponderou que muitos dos conflitos vividos nas escolas podem ter sido iniciados nas casas dos alunos no seio familiar e acaba levando o problema gerado em casa para dentro da sala de aula.

O que faz do projeto uma ponte que abrange as famílias com as medidas consensuais de paz. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o magistrado explanou sobre a proposta que agradou aos educadores. “O Objetivo do CEJUSC é fazer uma justiça transformativa ao lado da justiça tradicional, e o principal meio de transformar as pessoas é com a educação. Com isso surgiu a ideia que fora apresentada a secretária de educação, no intuito de que seja implantado nas escolas as oficinas de parentalidade, círculos de concelhos de paz e mediações nas escolas a fim de ofertar uma melhor educação na rede local”, disse.

   Compartilhar no Facebook