Aprendendo com as crianças

Observar uma criança pode ser uma vivência muita rica para o adulto.

Quando se fala em aprendizado, há uma maior tendência em pensar naquele que os pais e mestres dispensam às crianças. Mas ao observá-las, os adultos podem perceber que há uma riqueza de ensinamentos transmitidos por essas. Atente para algumas situações nas quais pode-se aprender com a atitude dos pequenos: 

• Note que para a criança cada dia é diferente do outro e o dia de hoje é que importa;

• Da vivência do dia anterior ela traz aquilo que aprendeu. Com esse aprendizado, ela encara a situação nova do dia presente dedicando a esta toda sua energia; 

• Apesar de não se lembrar do erro do dia anterior, agora a criança tem consciência do mesmo; 

• Ao tentar solucionar um problema, a criança está inteira, ou seja, todo o seu ser é envolvido na solução do mesmo. Ela não consegue protelar a solução de uma questão; 

• Como não tem a capacidade de complicar, seus meios de superar um problema são os mais simples possíveis; 

• Para a criança, pessimismo é ver os pais, irmão, amigo ou outra criança doente. E otimismo é ver um adulto com problemas sorrindo, outra criança doente sorrindo; 

• Em caso de doença, a criança sente os efeitos físicos da mesma, mas não a encara como um obstáculo; 

• A criança tem a capacidade excelente de guardar para sempre os bons momentos e usá-los como experiência; 

• Não calcula os dias já vividos ou aqueles que virão. Como isso não tem muita importância, tem vontade de aprender sempre; 

• No processo de encontrar um meio de superar um problema, a criança desiste e tenta novamente por muitas vezes, mas nunca desiste por completo. 


   Compartilhar no Facebook